Como treinar a si mesmo para ter sucesso
Treinamento

Como treinar a si mesmo para ter sucesso

Você não precisa necessariamente de um treinador para começar ou para melhorar sua corrida, então aqui estão algumas dicas sobre como se treinar para o sucesso na corrida.

Você não precisa necessariamente de um treinador para começar ou para melhorar sua corrida, então aqui estão algumas dicas sobre como se treinar para o sucesso na corrida.

Parte da beleza da corrida é que não é um esporte complicado. Geralmente, onde quer que esteja, você pode amarrar seus tênis de corrida e sair correndo pela porta. Você nem precisa de um treinador para começar ou melhorar, então, pensando nisso, reunimos algumas dicas sobre como se treinar para o sucesso na corrida.

1. Torne-se um estudante do esporte

Os melhores coaches são aqueles que estão abertos e receptivos a novas ideias e nunca param de aprender. Você deve tornar sua missão se tornar um estudante do esporte. Leia o máximo possível e converse com outros corredores sobre o treinamento para o seu evento. Pegue as idéias e princípios de que você gosta e aplique-os em seu treinamento.

2. Corra com a cabeça e não com o coração

Isto é mais fácil dizer do que fazer! Se você deseja treinar a si mesmo com sucesso, precisa tomar decisões inteligentes e sensatas sobre o seu treinamento, e essas podem ser as decisões mais difíceis de tomar. Como corredores, muitas vezes temos o desejo de continuar e ignorar o bom senso quando estamos doentes ou temos um problema. Se você se deparar com uma decisão difícil, pergunte a si mesmo; "Que conselho eu daria a outra pessoa nesta situação?" Se o conselho entrar em conflito com seus próprios pensamentos, você está pensando com o coração e não com a cabeça.

3. Aprenda a ouvir seu corpo

O corpo humano é incrivelmente eficaz em dar sinais ou indicações de que você precisa desacelerar e descansar. É perfeitamente normal sentir-se cansado e ter dores ou dores estranhas durante o treino. No entanto, se esses sinais persistirem por vários dias ou mais, é hora de prestar atenção ao que seu corpo está dizendo. Uma boa maneira de monitorar como você está se sentindo é manter um diário de treinamento e usar um sistema de 'semáforo'. Coloque um ponto verde nos dias em que você se sente muito bem treinando. Use um ponto laranja para os dias em que se sentir bem e um ponto vermelho para aqueles em que se sentir muito cansado ou esgotado. Se você tiver três ou mais pontos vermelhos consecutivos, deve descansar alguns dias e revisar seu treinamento.

4. Seja flexível

Um cronograma de treinamento é sempre uma diretriz e não deve ser imutável. A beleza de treinar a si mesmo é que você tem maior flexibilidade com seu programa de treinamento do que se estivesse treinando com um grupo grande. Certifique-se de planejar seu programa em torno de seu estilo de vida e outros compromissos. Se você tem um dia de trabalho particularmente agitado, por exemplo, deve programar um dia de treinamento mais fácil. Se você estiver se sentindo cansado, programe alguns dias extras fáceis antes do próximo treino intenso. Lembre-se de que uma boa programação de treinamento está em constante evolução.

Ver produto

5. Não subestime o valor da consistência

É muito fácil ser sugado por uma atitude "mais é melhor", e sejamos honestos, grandes treinos e muitos quilômetros parecem "sexy" em termos de corrida! No entanto, muitos corredores deixam de perceber o valor da consistência do treinamento. Doze semanas de treinamento ininterrupto, mas não espetacular, têm muito mais probabilidade de produzir bons resultados do que duas semanas de treinamento sensacional, seguidas de dez semanas de lesão. A melhor maneira de alcançar uma boa consistência é treinar de forma mais inteligente, não mais difícil. Certifique-se de ter dias de descanso regulares e não seja tentado por treinos de monstros.

6. Periodizar

Muito poucos dos melhores corredores do mundo estão em ótima forma durante todo o ano, porque fisiologicamente isso é quase impossível de fazer. Para atingir o desempenho máximo, você precisa construir gradualmente seu treinamento, tornando-o mais específico conforme sua corrida principal se aproxima.

A melhor forma de estruturar seu treinamento tendo em mente o desempenho máximo é periodizar seu ano. Isso significa dividir o ano em porções menores (talvez dois a três meses) e focar nos diferentes componentes do treinamento em cada um. Isso garante que seu treinamento seja variado e equilibrado e dá a seu corpo tempo para se adaptar para maximizar todos os importantes ganhos de aptidão. Por exemplo, depois de correr uma maratona de primavera, você pode agendar um bloco de recuperação, seguido por um bloco com foco em treinamento de 5 km ou 3,1 milhas, seguido por um bloco de preparação para uma maratona de outono.