Natação para corredores
Treinamento

Natação para corredores

Pense nos dois 'F's quando se trata de natação. Melhor condicionamento físico e flexibilidade serão sua recompensa se você entrar na piscina.

Pense nos dois 'F's quando se trata de natação. Melhor condicionamento físico e flexibilidade serão sua recompensa se você entrar na piscina.

Pense nos dois 'F's quando se trata de natação. Melhor condicionamento físico e flexibilidade serão sua recompensa se você entrar na piscina, além de um pouco de força adicional, cortesia do treino de corpo inteiro que a natação oferece.

Se você está procurando exercícios para o corpo para melhorar sua corrida, então você pode aprender a amar a água com uma nova paixão.

1. Baixo impacto

Você queima calorias e gordura corporal na piscina, sem o estresse da absorção de impacto. A natação não suporta peso, então seus pés e pernas podem ter um descanso bem merecido.

Quando você está nadando para cima e para baixo nas pistas, está usando músculos que não costumam depender da corrida, enquanto descansa aqueles que os corredores usam muito. Você também pode usar a natação para aumentar a força do corpo sem aumentar o volume.

Os corredores e nadadores precisam de um tipo semelhante de estrutura corporal para ter sucesso, especialmente no nível de elite. Portanto, se você fizer as duas atividades, um físico magro e afiado, sem muito peso extra, pode ser o resultado ideal.

2. Treino da parte superior do corpo

A maioria dos corredores seria a primeira a admitir que a parte superior do corpo não é tão tonificada quanto a parte inferior. Mas a natação pode corrigir esse desequilíbrio. Você pode se concentrar em aumentar a força de seus braços, ombros, tórax e pescoço, ao mesmo tempo em que dá à parte inferior do corpo um treino sólido.

Sim, a natação pode ser um pouco repetitiva, mas o aumento da força muscular em seus braços é significativo. Os braços impulsionam as pernas nas corridas e, se os músculos dos braços forem fortes, isso ajudará a impulsioná-lo, ao mesmo tempo que mantém uma boa técnica e forma de corrida quando está cansado.

3. Recuperação

Um estudo da University of Western Australia mostrou que os atletas que realizaram duas sessões intensas de treinamento intervalado, correndo em sua capacidade máxima, seguidos por uma natação de 2 km (1,2 milha) 10 horas depois, foram 14 por cento mais rápidos na corrida seguinte. A natação proporcionou uma recuperação ativa muito bem-sucedida.

Os atletas que realizaram duas sessões intensas de treinamento intervalado, correndo em sua capacidade máxima, seguidos por uma natação de 2 km (1,2 milha) 10 horas depois, foram 14 por cento mais rápidos em sua próxima corrida. (Estudo da University of Western Australia)

Os corredores também apresentaram níveis mais baixos de proteína C reativa em seus sistemas, que é um marcador de inflamação muscular. Definitivamente, vale a pena pensar nisso. Se você está treinando para uma maratona e acumulando milhas, pode precisar de uma mudança de cenário para uma coisa, mas também para dar um descanso às suas pernas e fazer algo diferente, mas aerobicamente desafiador.

4. Reabilitação

Corredores lesionados vão para a piscina para começar a construir seus níveis de condicionamento físico após uma longa parada. É uma boa maneira de fazer o corpo voltar a se mover sem nenhum estresse com o suporte de peso, ou mesmo manter seus níveis de condicionamento físico altos enquanto espera o sinal verde voltar a funcionar.

5. Resistência

Pense na natação como uma forma de treinamento de resistência, mas sem pesos. Você precisa mover a água constantemente para fora do caminho para nadar, então, se você passar uma hora fazendo isso, com certeza sentirá. Seu corpo dói genuinamente depois de um longo mergulho, porque você aplicou um treino aeróbico e cardiovascular forte.

6. Respirando

Existem alguns paralelos entre os padrões respiratórios rítmicos necessários para nadar e correr. Se você nadar em longas distâncias com uma boa técnica, seus padrões de respiração devem ser regulares e rítmicos e isso será transferido para sua corrida com maior eficiência.

7. Flexibilidade

Um corredor que nada será mais flexível. É uma equação simples por causa da massa de diferentes grupos de músculos que são regularmente usados ​​e estendidos.

Maior flexibilidade significa que os músculos podem ser empurrados ainda mais sem estresse e isso pode ajudar a prevenir lesões, além de adicionar força e potência. Se a sua técnica de natação for boa, especialmente o chute, seus tornozelos se tornarão mais flexíveis, com os ligamentos e tendões ao redor do tornozelo sendo os mais beneficiados.

8. Tranquilidade

Não há nada como a paz e o sossego que vem com a imersão na água. A sensação de leveza e tranquilidade pode ser agradavelmente avassaladora, especialmente depois de um dia árduo no escritório. Uma corrida pode ser relaxante de maneiras ligeiramente diferentes, mas um mergulho pode realmente limpar a mente e revigorar os sentidos.

9. Diferentes movimentos

Lembre-se de que movimentos diferentes funcionam em diferentes partes do corpo, portanto, se você tem tendência a ter problemas na virilha, um nado peito vigoroso pode não ser ideal para você. O nado de costas trabalha os isquiotibiais, que, novamente, podem precisar de um pouco de descanso após uma longa corrida.

O nado borboleta vai atacar seu peito e ombros, enquanto o crawl treina seu pescoço, ombros, peito e braços. Tente variar suas braçadas ao nadar, para não sobrecarregar uma parte do corpo.

10. Distância

Se você deseja fazer um treino na água equivalente ao que faria na estrada, só precisa nadar cerca de um quarto da distância que você poderia correr. Portanto, você pode substituir uma corrida de 4 milhas (6,8 km) por uma natação de uma milha (1,6 km).